Nota pelo falecimento de Dom Clemente Isnard

Nota de pesar pelo falecimento de Dom Clemente Isnard

domClemente2_270x260O secretário geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Leonardo Ulrich Steiner, divulgou nota manifestando o pesar da entidade pela morte de dom Clemente Isnar, ocorrida ontem, em Recife (PE). Segundo a nota, dom Clemente "marcou a história da Igreja no Brasil" e deixou um legado que "honra o episcopado brasileiro".
Dom Clemente foi o primeiro bispo de Nova Friburgo, no Rio de Janeiro, e vice-presidente da CNBB, de 1979 a 1983. É reconhecido por sua atuação na vida litúrgica da Igreja no Brasil. De acordo com o secretário da CNBB, dom Clemente tornou-se "o responsável direto pela reforma litúrgica no Brasil".
Leia, abaixo, a íntegra da nota



Nota de pesar pelo falecimento de Dom Clemente Isnard

“Combati o bom combate, terminei a corrida, guardei a fé” (2Tm 4,7)
A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB recebeu com profunda tristeza a notícia do falecimento do bispo emérito de Nova Friburgo-RJ e ex-vice-presidente da CNBB, Dom Clemente José Carlos Isnard, OSB, ocorrido ontem, em Recife-PE.

Dádiva de Deus por seu fecundo ministério, Dom Clemente marcou a história da Igreja no Brasil, deixando um legado que honra a Diocese que pastoreou por 32 anos e o episcopado brasileiro com o qual manteve estreita comunhão ao longo de seus 51 anos de ministério episcopal.

Com atuação destacada nas discussões sobre a Liturgia durante o Concílio Vaticano II, Dom Clemente foi nomeado pelo Papa Paulo VI, em 1964, membro do Conselho para a execução da Constituição sobre a Sagrada Liturgia do Concílio e, cinco anos mais tarde, membro da recém-criada Sagrada Congregação para o Culto Divino.  No Brasil, no mesmo ano de 1964, foi eleito Presidente da Comissão Litúrgica da CNBB, cargo que exerceu por 23 anos, tornando-se o responsável direto pela reforma litúrgica no Brasil.

Dom Clemente exerceu, ainda, diversas funções e cargos, tanto na CNBB quanto no Conselho Episcopal Latino-americano – CELAM, em todos contribuindo para a construção do Reino de Deus. Animado pelo seu lema episcopal, “Seguindo a Ti como pastor”, consumiu sua vida no serviço à Igreja, que tanto amou.

Ao manifestar seu pesar pela morte de Dom Clemente, a CNBB presta sua solidariedade aos seus familiares, à Diocese de Nova Friburgo e à Ordem de São Bento. Eleva, ao mesmo tempo, uma prece de gratidão e esperança a Deus em favor deste apóstolo de Cristo que, como São Paulo, pôde dizer: “Combati o bom combate, terminei a corrida, guardei a fé”.
Brasília, 25 de agosto de 2011
+Leonardo Ulrich Steiner
Bispo da Prelazia de São Félix do Araguaia
Secretário Geral da CNBB
Compartilhe no Google Plus

About Marcio Bourbon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário